segunda-feira, 21 de novembro de 2011



Ouse sonhar... pois, só os sonhadores vêem o amanhã.
Ouse fazer um desejo,
porque desejar abre caminhos para a esperança
acredite em si mesmo...
porque dentro de você reside toda a magia...

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum'




Amei Demais Madruguei demais. Fumei demais. Foram demais
todas as coisas que na vida eu emprenhei.
Vejo-as agora grávidas. Redondas. Coisas tais,
como as tais coisas nas quais nunca pensei.

Demais foram as sombras. Mais e mais.
Cada vez mais ardentes as sombras que tirei
do imenso mar de sol, sem praia ou cais,
de onde parti sem saber por que embarquei.

Amei demais. Sempre demais. E o que dei
está espalhado pelos sítios onde vais
e pelos anos longos, longos, que passei

à procura de ti. De mim. De ninguém mais.
E os milhares de versos que rasguei
antes de ti, eram perfeitos. Mas banais.

domingo, 13 de novembro de 2011

Fernado Pessoa


Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças ......
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

sábado, 12 de novembro de 2011

 José Saramago


Fisicamente, habitamos um espaço, 
mas, sentimentalmente, somos habitados 
por uma memória.