domingo, 23 de dezembro de 2012




... Enchias de sorriso o ambiente por onde passavas.
Sorriso grande e largo que contagiava todo o ambiente...
Sorriso até barulhento... Enchias toda a sala...
Enchia-me de sorriso quando passavas...

Corretenza

sexta-feira, 23 de novembro de 2012





“... Um dia, não faz muito tempo estavas aqui.

Passam-se os dias e os dias, meses e anos...

 ...a noite vem e o dia vai-se... Mas a tua lembrança
estará sempre  presente.

Um dia não faz muito tempo...

Correnteza



“...mas uma sombra, ao menos, do que no fundo do nosso espírito  sabemos bem ser intraduzível, por exemplo...”

“...a emoção pura de um encontro, o deslumbramento de uma descoberta, esse instante fugaz de silêncio anterior à palavra que vai ficar na memória como o rasto de um sonho que o tempo não apagará por completo.”
                                      José Saramago

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

A Viagem


A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse:
“Não há mais o que ver”, saiba que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.

domingo, 23 de setembro de 2012


Um dia tive uma estrela..
Um dia esta estrela partiu..
Uma estrela há sempre de existir, caminho em direção em que ela me aponta.
Onde estiveres será sempre lembrado minha estrela.

Saudades: 1 ano de tua partida para sempre.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Uma Estrelas


Mesmo que a rota da minha vida me conduza a uma estrela, nem por isso fui dispensado de percorrer os caminhos do mundo.
José Saramago

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Um tempo que refaz


Pretendo descobrir no último momento
Um tempo que refaz o que desfez
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo outra vez.

Osvaldo Montenegro