sexta-feira, 23 de novembro de 2012




“...mas uma sombra, ao menos, do que no fundo do nosso espírito  sabemos bem ser intraduzível, por exemplo...”

“...a emoção pura de um encontro, o deslumbramento de uma descoberta, esse instante fugaz de silêncio anterior à palavra que vai ficar na memória como o rasto de um sonho que o tempo não apagará por completo.”
                                      José Saramago

Nenhum comentário:

Postar um comentário